Buscar
  • 3ª IPB Rio Claro

Faça a Coisa Certa

“Durante algum tempo os perversos prosperam, mas num instante secam como capim, são cortados como as espigas de trigo. Quem pode dizer que essas coisas não são assim? Será que alguém pode provar que não estou dizendo a verdade?” - Jó 24. 24-25

Na sua resposta aos amigos - que entendem que os perversos sofrem enquanto os justos prosperam -, Jó faz essa observação oposta e profunda. Nos versículos de 3 a 11 do capítulo 24, ele fala de órfãos, viúvas e pobres que sofrem nas mãos dos exploradores. É interessante observar que essas três categorias de pessoas exploradas (órfãos, viúvas e pobres), juntamente com os estrangeiros, são especialmente protegidas pela lei. Nos Salmos, até mesmo a palavra usada para “pobre” é às vezes traduzida como “justo” por ser virtualmente o seu sinônimo. Desse modo, Jó apela para o bom-senso que reconhece que as pessoas inocentes, pessoas que são especialmente objeto da proteção e do amor de Deus, sofrem. Ao mesmo tempo, Jó também afirma, novamente, apelando para o bom-senso, que as pessoas más prosperam, mesmo que de modo indevido apenas temporariamente (v.24).


Por que Jó fala assim? Sem dúvida ele está repreendendo os amigos pela “teologia” rasa deles. E, ao fazer isso, ele também faz uma observação sobre a qual os seus amigos também concordam: um dia Deus julgará a todos (v. 1). E esse dia pode ser ou não o dia de hoje. Para os amigos de Jó, o dia sempre é hoje. Para Jó, pode ser ou não. Porém, para todos o julgamento é certo, demorado ou não.


A bondade e a integridade são recompensadas, sim. E a maldade, é punida. Mas a punição ou a recompensa não são meramente futuras ou exteriores. Acima de tudo, elas são presentes e interiores. Fazer a coisa certa, mesmo que resulte em exploração, faz um bem enorme - e imediato - à vida interior.


Em meio ao sofrimento, Jó havia aprendido uma lição incalculável: fazer a coisa certa é simplesmente certo, mesmo que resulte, por enquanto, em sofrimento.


Oração: Pai eterno e misericordioso, como é bom seguir os teus passos e caminhar de acordo com os teus preceitos. Dá-me a tua graça para viver a plenitude do teu Espírito. Em nome de Jesus. Amém.




Rev. Timóteo Carriker

(Extraído: Devocionário Refeições Diárias)

1 visualização

Terceira Igreja Presbiteriana de Rio Claro

Rua Nove, 1983 - Santa Cruz - 13500-220

terceiraipbrc@gmail.com

(19) 3617.7879 | (19) 3617.7880

(19) 99657.5047

  • Facebook
  • YouTube